Bem-vindo!

Blog Damásio

Compartilhar

Concurso TRF 3: veja os locais de prova

Os candidatos inscritos no concurso TRF 3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região), correspondente aos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, já podem consultar os locais onde serão aplicados os exames. Você pode conferir os locais de prova através da página da banca organizadora, a Fundação Carlos Chagas (FCC).

No caso do analista, serão 2 de conhecimentos gerais, com peso 1, e 40 de conhecimentos específicos, com peso 3, além de estudo de caso, com peso 2.

Para técnico, a avaliação contará com 60 questões, sendo 20 de conhecimentos gerais e 40 de conhecimentos específicos, respectivamente, com pesos 1 e 3, além de redação para a área administrativa, com peso 1, e estudo de caso para área de informática, com peso 2.

A aplicação dos testes está marcada para o dia 1º de dezembro no período da manhã para os cargos de técnico e à tarde para analista.

De acordo com a presidente do órgão, desembargadora Therezinha Cazerta, o TRF 3 possui hoje aproximadamente 500 vagas em aberto, entretanto, não haverá disposição orçamentária para preencher todas elas. Porém, de acordo com as disposições financeiras, estas poderão sendo preenchidas gradualmente.

Ao todo, o edital do TRF 3 conta com nove vagas imediatas, sendo quatro para cada cargo na capital paulista, duas para técnico na área administrativa e duas para analista na área judiciária nas diversas seções judiciárias do estado de São Paulo e uma para técnico na área administrativa no Mato Grosso do Sul. Porém, quando da autorização do concurso já havia sido antecipado que a seleção teria como objetivo principal formar cadastro reserva de pessoal para preenchimento de acordo com as necessidades e disponibilidades financeiras durante o prazo de validade.

As carreiras de técnico e analista judiciário são destinadas, respectivamente, a quem possui níveis médio e superior. Para os técnicos, os interessados devem possuir apenas a respectiva escolaridade. No caso de analista na área judiciária, superior em direito e para a área de informática, superior em qualquer área, com especialização em análise de sistemas, com jornada mínima de 360 horas ou curso superior na área de informática. As remunerações iniciais atualmente são de R$ 8.475,37 e R$ 13.339,30, nessa ordem, já considerando o auxílio-alimentação de R$ 884 por mês. Sem o benefício, o básico é de R$ 7.591,37 para técnico e R$ 12.455,30, que são os valores indicados no edital.

Gostou do conteúdo? Ficou interessado em algum concurso para 2019? Então fique de olho na abertura dos editais para concurso público  e continue acompanhando nossas notícias para se manter informado.

Gostaria de saber mais sobre nossos cursos?

Li e concordo com a política de privacidade, bem como com o tratamento dos meus dados para a finalidade prevista neste formulário. Ao continuar, você aceita que a DAMÁSIO e demais instituições de ensino do mesmo Grupo Econômico entrem em contato.