Bem-vindo!

Blog Damásio

Compartilhar

Concurso Ministério da Justiça: formada comissão para 350 vagas

Nesta terça-feira (28), foi publicado, em Diário Oficial, a formação da comissão organizadora do concurso Ministério da Justiça. Desta forma, a próxima etapa é a definição da banca para que possa iniciar o processo de elaboração do edital de abertura de inscrições.

O concurso Ministério da Justiça contará com uma oferta de 350 vagas, para contratações em caráter temporário. As oportunidades serão para cargos de nível superior, para atuar em projetos de transformação digital em serviços públicos. As remunerações iniciais ainda serão confirmadas. 

A autorização do concurso determina um prazo de seis meses para a publicação do edital, ou seja, até o dia 8 de janeiro. Porém, nos casos de processos seletivos para contratações temporárias, tendo em vista a grande necessidade e urgência pela realização dos trabalhos, os editais costumam ser liberados muito antes do prazo limite de seis meses estipulado nas respectivas autorizações.

A distribuição de vagas por cargos será a seguinte:

Atividade Perfil Quantidade
Atividade Técnicas de Complexidade Gerencial, de Tecnologia da Informação e de Engenharia Sênior (inciso V, art. 8º do Decreto nº 4.748, de 16 de junho de 2003 Especialista em Gestão de Projetos 50
  Especialista em Infraestrutura de Tecnologia da Informação TI 50
  Especialista em Ciência de Dados 50
  Especialista em Segurança da Informação e Proteção de Dados 50
  Especialista em Análise de Processos de Negócios 50
  Especialista em Experiência do Usuário (UX) 50
  Especialista em Desenvolvimento de Software 50
Total 350

O prazo de duração dos contratos será de até quatro anos.

Os contratos poderão ser prorrogados, desde que devidamente justificados, com base nas necessidades para a conclusão dos trabalhos

Representando a Secretaria de Governo Digital da Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, fazem parte da comissão o coordenador geral de governança em TI, Anderson da Silva Costa e a analista de tecnologia da informação Jackeline Paula de Godoi Deganil Representando a Coordenação Geral de Desenvolvimento e Movimentação de Pessoal, o coordenador-geral de desenvolvimento e movimentação de pessoal Rodrigo de Oliveira Alves e o coordenador de provimento e dimensionamento de pessoas Daniel Pires de Castro. Por fim, representando a coordenação geral de legislação de pessoal da diretoria de gestão de pessoas da Secretaria de Gestão Corporativa da Secretaria Executiva do Ministério da Economia, a coordenadora de uniformização de normas, direitos e deveres em exercício, Iris Francisca Alves de Sousa e a agente administrativa Debora Ribeiro Martins.

Vale ressaltar que o Ministério da Justiça também conta com a intenção de realizar novo concurso público para o preenchimento de vagas efetivas, aguardando parecer do Ministério da Economia para  365 vagas.   

Último concurso Ministério da Justiça

O último concurso Ministério da Justiça para contratações em caráter temporário ocorreu recentemente e ainda se encontra em andamento. A seleção recebeu inscrições até 29 de junho, para o preenchimento de 35 vagas, também com duração de contratos por até quatro anos.

A seleção é destinada a quem possui  nível superior em qualquer área ou áreas específicas, com remuneração inicial de R$ 8.300, com jornada de 40 horas semanais. 

Há chances para a carreira de atividades técnicas de complexidade gerencial de tecnologia da informação e de engenharia sênior.

Do total de postos, 10 são para a área de engenharia de dados – Big Data (com 1 vaga para portadores de deficiência e 2 para negros) , 13 para analistas de governança de dados – Big Data (1 para portadores de deficiência e 3 para negros) e 12 para a carreira de cientista de dados – Big Data (1 para portadores de deficiência e 2 para negros).

Para cientista de dados é necessário possuir formação superior em informática ou computação e cinco anos de experiência em coordenação de projetos, projetos em ambientes ou linguagem de software, também sendo aceitos mestrado ou doutorado na área, bem como superior em qualquer área com pós-graduação em informática com cinco anos de experiência em tecnologia da informação ou mestrado ou doutorado na área.

Gostou do conteúdo? Ficou interessado em algum concurso para 2020? Então fique de olho na abertura dos editais para concurso público  e continue acompanhando nossas notícias para se manter informado.

Gostaria de saber mais sobre nossos cursos?

Li e Aceito a Política de Privacidade