Bem-vindo!

Blog Damásio

Compartilhar

Concurso Detran DF: orçamento prevê novo edital para 72 vagas

De acordo com o projeto de lei de diretrizes orçamentárias 2021, o concurso Detran DF (Departamento de Trânsito do Distrito Federal) está previsto para ser realizado em breve. Segundo o documento, a expectativa é de que a seleção conte com uma oferta de 72 vagas, sendo 49 para o cargo de técnico de trânsito e 23 para assistente de trânsito. As exigências para cada cargo ainda serão confirmadas. As remunerações iniciais são de R$ 5 mil para técnico e R$ 9 mil para assistentes.

Porém, é importante ressaltar que o total de vagas previsto para o orçamento de 2021 é menor que o total reservado para o orçamento 2020, que era de 400 vagas, destinadas para cargos com exigência de níveis médio e superior. Porém, a seleção acabou não sendo autorizada pelo governador Ibaneis Rocha. 

Do total de postos, 160 seriam para o cargo de agente de trânsito, dez para especialista de trânsito, 40 para analista administrativo de trânsito, 140 para técnico de trânsito e 50 para assistente de trânsito. 

Último concurso Detran DF

O último concurso Detran DF ocorreu em 2010, quando foram oferecidas dez vagas para o cargo de assistente de trânsito. Para concorrer, foi necessário possuir nível superior, com remuneração inicial, na época, de R$ 4.225,94. A banca foi o Instituto Quadrix

A seleção contou com provas objetivas, discursivas e análise de títulos e de experiência profissional. A parte objetiva contou com 80 questões, sendo 50 de conhecimentos básicos e 30 de conhecimentos específicos. Em conhecimentos gerais foram abordados temas de língua portuguesa, redação oficial, informática, direito constitucional, direito administrativo e lei orgânica do Distrito Federal. Em conhecimentos específicos, regimento interno do Detran/DF e legislação de trânsito.

Antes disso, em 2008, o concurso Detran DF ofereceu 125 vagas, sendo 100 para a carreira de auxiliar, atual técnico, e 25 para analista. Para auxiliar foi exigido apenas ensino médio, enquanto para analistas, as oportunidades foi para nível superior nas áreas de analista de sistemas, assistente social, comunicação social, direito e legislação, engenheiro civil, engenheiro eletricista, estatístico, médico do trabalho, médico neurologista, médico oftalmologista, médico ortopedista, médico psiquiatra, pedagogo e psicólogo. A banca foi o Cespe/UnB.

Para auxiliar, a prova contou com 50 itens de conhecimentos básicos e 70 de conhecimentos específicos. Para analista na área de direito e legislação, 50 de conhecimentos básicos e 70 de conhecimentos específicos, além de prova discursiva e títulos. Para os demais analistas, 50 de conhecimentos básicos, 20 de conhecimentos complementares e 50 de conhecimentos específicos, além de prova discursiva e títulos.
Para auxiliar, a parte de conhecimentos gerais contou com temas de língua portuguesa,  redação oficial e raciocínio lógico. 

Para nível superior, em conhecimentos gerais foram cobrados temas de língua portuguesa e redação oficial. 

Para analista na  especialidade direito e legislação, como conhecimentos complementares foram cobrados temas de direito constitucional, direito administrativo, lei orgânica do Distrito Federal e regulamento interno do Detran/DF 

Gostou do conteúdo? Ficou interessado em algum concurso para 2020? Então fique de olho na abertura dos editais para concurso público  e continue acompanhando nossas notícias para se manter informado. 

Gostaria de saber mais sobre nossos cursos?

Li e Aceito a Política de Privacidade