Bem-vindo!

Blog Damásio

Compartilhar

O que Pode Zerar a Prova da OAB

Não há nada mais frustrante do que dedicar meses de estudo para o Exame de Ordem e ser reprovado por algum equívoco bobo. Para não correr o risco de zerar a prova da OAB, é preciso ler cuidadosamente o que diz o edital do certame e ficar atento para não cometer falhas.

Confira neste artigo quais são os erros mais recorrentes e prepare-se para fazer uma prova tranquila e correta.

 

Os 5 erros mais comuns que podem zerar a prova da OAB 

Geralmente, não há grandes mudanças nos editais do Exame de Ordem de uma edição para outra. Por isso, conhecendo quais são as principais exigências, fica mais fácil de evitar qualquer tipo de engano que possa zerar a prova da OAB.

 

Cor da caneta 

Os editais exigem que o exame seja preenchido com caneta esferográfica azul ou preta. Por isso, nem pense em optar por qualquer outra cor. 

Contudo, se você começar a prova usando uma caneta azul e precisar trocar para a preta, por exemplo, o teste não será anulado por causa disso! 

 

Letra ilegível 

Tenha em mente que o avaliador não tem muito tempo para tentar decifrar o que está escrito em cada exame. Dessa forma, escrever de maneira ilegível é um fator que pode fazer você zerar a prova da OAB.

Caso a sua letra cursiva não seja fácil de entender, a sugestão é optar pela letra de forma, que é aceita normalmente. Atenção também ao espaçamento entre palavras e aos rabiscos. 

Se errar alguma expressão, faça um risco simples e escreva o termo correto logo à frente. Exemplo:

“Com fundamento legal nos artigos 376  no artigo 396.”

 

Identificação da Peça

Um erro que faz qualquer candidato zerar a prova da OAB é usar uma peça inadequada, em discordância com a que foi apontada na publicação do padrão de resposta. A indicação correta será validada pelo nomen iuris e será aceita somente se o fundamento legal utilizado para a justificativa técnica da escolha também for assertivo.

 

Assinar ou inventar informações

Ao finalizar a peça, você não deve de maneira alguma assiná-la. Não é permitido fazer rubricas ou escrever qualquer nome, seja ele verdadeiro ou fictício. 

Se não houver nenhum dado especificado no enunciado da pergunta — como endereço, vara ou número do processo — o candidato também não deve inventá-los para construir a peça. Nesses casos, basta escrever “réu”, “autor” e assim por diante.


Falta de preparo

Além dos erros comuns, sabe o que mais pode fazer um candidato zerar a prova da OAB? Não se programar corretamente, deixar de estudar para o exame e não fazer simulados

Para não passar por isso, conheça os cursos preparatórios para o Exame da Ordem do Damásio Educacional e acompanhe outras dicas sobre o assunto na nossa área de notícias!

Gostaria de saber mais sobre nossos cursos?

Li e Aceito a Política de Privacidade