Bem-vindo!

Blog Damásio

Compartilhar

5 macetes para resolver questões de raciocínio lógico

A imagem contém um jovem sorrindo após resolver problemas, no quadro ao fundo, usando macetes para resolver questões de raciocínio lógico.

A resolução de questões de raciocínio lógico é uma habilidade necessária para quem vai prestar uma grande prova ou concurso. Entretanto, nem todas as perguntas são simples e podem ser respondidas com um modo rápido de pensar. Nesse caso, lembrar de alguns macetes para resolver questões de raciocínio lógico pode ajudar você na hora da prova.

Afinal, entender como funciona o valor lógico e o que a questão de concurso realmente exige é essencial para um bom desempenho. Para ajudar você com essa área, confira abaixo 5 macetes para resolver questões de raciocínio lógico!

1. Pratique a resolução de questões lógicas durante os estudos 

Quando você pratica resolução de questões de raciocínio lógico durante os estudos, as chances de você se dar bem na prova são maiores. Afinal, problemas de lógica têm, geralmente, uma estrutura padrão específica de resolução. Ao treinar a resolução de problemas lógicos, você estará mais apto para resolver as questões com facilidade.

Por isso, busque por exemplos de questões para treinar, além de aulas tutoriais disponíveis na internet que trazem macetes para resolver questões de raciocínio lógico. Assim, ao ler uma questão de concurso, você saberá reconhecer os padrões rapidamente e resolver o problema de modo eficaz

2. Conheça as estruturas lógicas 

Os problemas de lógicasão formados por afirmações (verdadeiras ou falsas) chamadas de proposições. Um dos macetes para resolver questões de raciocínio lógico é conhecer  algumas estruturas, expostas por meio de símbolos chamados conectivos lógicos:

Conjunção (^ ou a letra “e”)

Nesse caso, duas proposições se unem para formar uma terceira. Ela só será verdadeira se as duas forem verdadeiras. Um exemplo seria: “O número 10 é par e 12 é maior que ele.”

Disjunção (v ou a expressão “ou”)

A disjunção, diferentemente da anterior, terá um resultado verdadeiro se uma das proposições for verdadeira. É o caso de “13 é ímpar ou quatro é maior de 11”.

Percebe? Embora a frase acima pareça uma resposta incorreta, já que quatro não é maior do que 11, ela seria a opção certa. Isso porque a disjunção só precisa que uma das afirmações propostas seja real, no caso a primeira, já que 13 é ímpar.

Negação (¬ ou “não”)

No caso da negação, a ideia é mais simples, pois nada mais é do que tornar uma proposição verdadeira, falsa, pelo uso do “não”. A frase “o número dois não é ímpar” é um exemplo.

Bicondicional (<-> ou “se e somente se”)

Na bicondicional, ou equivalência, a primeira proposição só será verdadeira se a segunda for verdadeira, ou ambas serão falsas. Veja: “12 é maior que 10 se e somente se três for menor que nove.”

Condicional (-> ou “se…então”) 

A condicional é uma relação muito comum na resolução de questões de raciocínio lógico. Funciona com base em condição, ou seja, se a primeira proposição for verdadeira, a segunda também será. 

Por exemplo: “Se Roberto colocou os tênis, então agora ele está calçado.” No caso, o que você deve entender aqui é que ninguém sabe se Roberto de fato colocou os tênis, certo?

Então, se nada provar isso, considere a primeira afirmação como incerta e tente atestar se ela é verdadeira ou não com outras partes do texto.

A imagem contém uma jovem usando macetes para resolver questões de raciocínio lógico.
Praticar problemas de lógica é um dos macetes para resolver questões de raciocínio lógico mais poderosos!

Legenda: Praticar problemas de lógica é um dos macetes para resolver questões de raciocínio lógico mais poderosos!

3. Faça uma análise minuciosa do enunciado

Ao ler o conteúdo de uma questão de concurso sobre raciocínio lógico, tenha em mente que, de modo geral, os problemas de lógica têm origem a partir de conteúdos que combinam raciocínio lógico e matemática básica.

Assim, procure por elementos e faça associações aos conhecimentos que você tem sobre matemática. Essa análise é um dos macetes para resolver questões de raciocínio lógico que mais podem ajudar você.

4. Tente absorver os elementos mais importantes do enunciado

Para compreender uma questão de concurso sobre raciocínio lógico, após analisá-la, você precisa extrair o que tem de essencial para resolvê-la. Ou seja, separe os dados e informações mais relevantes e anote-os no espaço de rascunho. Dessa forma, será melhor para você se concentrar e encontrar um caminho mais curto até a resolução dos problemas de lógica.

Outra possibilidade é olhar para as alternativas. Fazer um processo de eliminação das alternativas erradas também é um dos macetes para resolver questões de raciocínio lógico que vai fazer você chegar mais rápido a uma solução.

5. Entenda que a resolução de questões de raciocínio lógico nem sempre é óbvia 

Na hora de prestar um concurso público, algumas questões de raciocínio lógico podem parecer muito tranquilas e claras, mas elas nem sempre são assim.  Por isso, você precisa entender todos os conceitos envolvidos na teoria para, então, aplicá-los.

Muitas vezes, o raciocínio pode enganar e dar a entender que uma resposta é a correta, sendo que, ao aplicar os conceitos mais teóricos, é possível concluir que ela é, na verdade, a alternativa errada. 

Ou seja, a resolução de questões de raciocínio lógico exige mais do que um pensamento rápido ou uma visão geral do exposto no texto. Existem técnicas de estudo para concurso, além dos macetes para resolver questões de raciocínio lógico, que precisam ser estudadas!

Gostou das dicas? Confira mais artigos nas notícias do Instituto Damásio!

Gostaria de saber mais sobre nossos cursos?

Li e concordo com a política de privacidade, bem como com o tratamento dos meus dados para a finalidade prevista neste formulário. Ao continuar, você aceita que a DAMÁSIO e demais instituições de ensino do mesmo Grupo Econômico entrem em contato.