Bem-vindo!

Blog Damásio

Compartilhar

Concurso MP AP: edital pode ser publicado ainda no segundo semestre para 31 vagas

Está previsto que o edital do concurso MP AP (Ministério Público do Estado do Amapá) seja publicado no decorrer do segundo semestre. Inclusive, o processo seletivo já está em fase de elaboração do documento da abertura de inscrições. 

A oferta será de 31 vagas, sendo 6 para o cargo de técnico ministerial na área administrativa, que pede apenas ensino médio para ingresso, 10 para analista ministerial na área de direito e 15 para promotor substituto, ambos com exigência de formação de nível superior na área de direito. Para promotor é necessário possuir três anos de prática jurídica e registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). As remunerações iniciais são de R$ 4.236,37 para técnicos, R$ 5.766,21 para analistas e R$ 20.677,84 para promotores.

Embora o concurso já esteja confirmado, a comissão organizadora ainda deverá ser oficialmente constituída, o que deve ocorrer em breve. De qualquer forma, o processo já se encontra em fase de análise de propostas de bancas organizadoras. Duas empresas participam da disputa: Fundação Carlos Chagas e Cebraspe, sendo a última considerada mais cotada.  

Último concurso MP AP

O último concurso MP AP para técnicos e analistas ocorreu em 2012. Na ocasião, a oferta foi de 40 vagas, sendo 10 para o cargo de nível médio e 30 analistas. A banca organizadora, na ocasião, foi a Fundação Carlos Chagas.

Para técnico, a prova objetiva contou com 50 questões, sendo 20 de conhecimentos gerais, com peso 1, e 30 de conhecimentos específicos, com peso 2. Em conhecimentos gerais foram abordados temas sobre língua portuguesa, matemática e raciocínio lógico.

As vagas de técnico foram para as áreas de motorista, informática e auxiliar administrativo, enquanto as de analistas foram para administração, arquitetura, biblioteconomia, ciências contábeis, direito, economia, engenharia civil, psicologia,  serviço social e tecnologia da informação.  

Para analistas foram 60, sendo 20 de conhecimentos gerais, com peso 1, e 40 de conhecimentos específicos, com peso 3. Conhecimentos gerais versou sobre língua portuguesa e legislação vinculada ao MP AP.

No caso de promotor o último concurso também ocorreu em 2012, com oferta de 10 vagas. A banca também foi a Fundação Carlos Chagas. A seleção contou com prova objetiva, duas provas dissertativas, avaliação oral, prova de tribuna e análise de títulos

A parte objetiva contou com 100 questões, sendo 10 de direito constitucional e direito tributário, 10 de direito administrativo, 10 de direito penal, 10 de direito processual penal, 10 de direito civil, 10 de direito processual civil, 6 de direito eleitoral, 8 de direito da criança e do adolescente, 8 de direito ambiental, 8 de legislação do Ministério Público  e 10 de língua portuguesa.

Gostou do conteúdo? Ficou interessado em algum concurso para 2020? Então fique de olho na abertura dos editais para concurso público  e continue acompanhando nossas notícias para se manter informado.

Gostaria de saber mais sobre nossos cursos?

Li e Aceito a Política de Privacidade