Bem-vindo!

Blog Damásio

Compartilhar

Concurso IBGE terá mais de 225 mil vagas temporárias para o Censo Demográfico

Ainda que o concurso IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) já tenha realizado dois editais para 2.658 vagas neste ano, em 2020 terá uma oferta de 231.149 oportunidades temporárias para a realização do Censo Demográfico. Mas conforme informações divulgadas pelo órgão, há dois cargos que não terão mais vagas, com um total de 5.404 postos. A seleção do IBGE para temporários devem ser realizadas até o mês de maio. 

Está previsto a publicação de dois editais para 225.678 vagas esperando a divulgação da banca organizadora. Para os dois editais, a exigência educacional dos cargos será para ensino fundamental e médio com salários de até R$ 4 mil.

Dos dois novos editais, o primeiro será para a carreira de recenseador, que conta com 196.000 vagas autorizadas. Neste caso, para concorrer é necessário possuir apenas ensino fundamental, com inicial de R$ 1.100.

Já o segundo edital deverá ser destinado para as carreiras de agente censitário municipal e agente censitário supervisor, respectivamente, 6.100 e 23.578 postos autorizados. Para agente censitário municipal, a exigência é de ensino médio, com inicial de R$ 2.400. Para agente censitário supervisor, ensino médio e R$ 2.000. Porém, é importante lembrar que o IBGE já divulgou três editais para contratações temporárias, nos quais já foram oferecidas 25 para agente censitário supervisor e 4 para agente censitário municipal.

Em relação aos cargos que não deverão mais contar com oportunidades, o total de 5.404 postos são para as carreiras de supervisor PA e recenseador PA, respectivamente, com 1.304 e 4.100 vagas.

Como será o Censo Demográfico 2020 – Concurso IBGE

No concurso IBGE para temporários, o cargo de destaque dos censos sempre é de recenseador, que no último concurso IBGE contemplou 191.972 vagas e exigiu apenas nível fundamental completo. Os ganhos oferecidos para a função variam de acordo com o número de informações coletadas.

As demais funções necessárias para as pesquisas são as seguintes: agente regional, agente administrativo, agente municipal, agente de informática e agente supervisor.

O Censo compreendeu um levantamento minucioso de todos os domicílios do país. Nos meses de coleta de dados e supervisão, os recenseadores visitam milhões de domicílios nos 5.565 municípios brasileiros para colher informações sobre quem somos, quanto somos, onde estamos e como vivemos.

Veja a autorização do concurso IBGE

O concurso IBGE foi autorizado em maio deste ano, para o preenchimento de 234.416 oportunidades. De acordo com a autorização, o governo contava com um prazo de seis meses, ou seja, até 6 de novembro, para iniciar a seleção para todos os postos. Porém, em 13 agosto, o prazo para liberação foi prorrogado até maio de 2020.

Das 234.416 vagas, ao menos 3.267 já estão sendo oferecidas, através de três editais já publicados. O primeiro contou com uma oferta de 209 vagas, sendo 180 para recenseador, 25 para agente censitário supervisor e 4 para agente censitário municipal. O segundo edital contou com 400 vagas para analista censitário. E o terceiro e último consta com 2.658 oportunidades, sendo 1.343 para coordenador censitário subárea e 1.315 para agente censitário operacional.

É importante ressaltar que a distribuição de vagas por cargos pode sofrer alterações, tendo em vista que o quantitativo do último edital já contou com mudanças em relação à autorização de maio.

Na ocasião, o documento indicava a seguinte distribuição de postos: coordenador censitário de subárea 1 (600), coordenador censitário de subárea 2 (850), agente censitário operacional (1.760), supervisor – call center (4), agente censitário municipal (6.100), agente censitário supervisor (23.578), codificador censitário (12), recenseador (196.000), supervisor PA (1.304) e recenseador PA (4.100).

Para agente censitário municipal, a exigência é de ensino médio, com inicial de R$ 2.400. Para agente censitário supervisor, ensino médio e R$ 2.000. Para coordenador censitário de subárea, ensino médio e R$ 4.000. Por fim, para agente censitário operacional, ensino médio e R$ 1.800.

Gostou do conteúdo? Ficou interessado em algum concurso para 2019? Então fique de olho na abertura dos editais para concurso público  e continue acompanhando nossas notícias para se manter informado.

Gostaria de saber mais sobre nossos cursos?

Li e concordo com a política de privacidade, bem como com o tratamento dos meus dados para a finalidade prevista neste formulário. Ao continuar, você aceita que a DAMÁSIO e demais instituições de ensino do mesmo Grupo Econômico entrem em contato.