Bem-vindo!

Blog Damásio

Compartilhar

Concurso IBGE: Saiu autorização para 6.500 vagas

Nesta sexta-feira (11), saiu a autorização do concurso IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) assinada pelo secretário especial de desburocratização, gestão e governo digital do Ministério da Economia, Caio Mario Paes de Andrade. O processo seletivo conta com uma oferta de 6.500 vagas temporárias, em que 6.475 para cargos com exigência de ensino médio e 25 para quem possui formação de nível superior.

Segundo a autorização, o edital de abertura de inscrições deve ser publicado dentro de um prazo de seis meses, ou seja, até 11 de março. No entanto, a tendência é de que a liberação ocorra muito antes disso, uma vez que o documento prevê o início das contratações a partir de janeiro de 2021. As remunerações iniciais ainda serão confirmadas.

Vale ressaltar que o preenchimento dos postos será para operacionalização das pesquisas permanentes de natureza estatística e geocientífica do IBGE. Desta forma, a seleção não se vincula ao outro processo seletivo já anunciado para o próximo ano, para o preenchimento de 208.695 vagas, destinadas à operacionalização do Censo 2021. As carreiras que contarão com oportunidades na nova autorização, inclusive, não são as mesmas . 

Para quem possui formação de nível superior, a seleção contará com 25 oportunidades na carreira de supervisor de pesquisa.

Quem possui ensino médio poderá concorrer aos cargos de agente de pesquisa e mapeamento (5.623 vagas), agente de pesquisa por telefone (300) e supervisor de coleta e qualidade (522). 

A duração dos contratos deverá ser de um ano, com possibilidade de prorrogação, de acordo com as necessidades para a conclusão das atividades previstas.

Saiba mais sobre o concurso IBGE para o censo demográfico

Já o concurso IBGE para preenchimento de vagas para o censo 2021,  das 208.695 vagas, 180.557 serão para o cargo de recenseador, 5.462 para agente censitário municipal e 22.676 para agente censitário supervisor

Para concorrer às 180.557 vagas de recenseador é necessário apenas possuir ensino fundamental, com remuneração variável por produção, com média de R$ 1.278,94, para jornada de 25 horas semanais.

No caso de agente censitário supervisor, com 22.676 vagas, a exigência é de ensino médio, com inicial de R$ 1.700 e jornada de trabalho de 40 horas semanais.

Por fim, para as 5.462 vagas de agente censitário municipal, a exigência é de ensino médio, com inicial de R$ 2.100 e 40 horas de trabalho semanais

A previsão de duração dos contratos é de até três meses para recenseadores e até cinco para os demais cargos, renováveis mensalmente, de acordo com as necessidades, com possibilidade de duração menor de 30 dias no último mês. 

Gostou do conteúdo? Ficou interessado em algum concurso para 2020? Então fique de olho na abertura dos editais para concurso público  e continue acompanhando nossas notícias para se manter informado.

Gostaria de saber mais sobre nossos cursos?

Li e concordo com a política de privacidade, bem como com o tratamento dos meus dados para a finalidade prevista neste formulário. Ao continuar, você aceita que a DAMÁSIO e demais instituições de ensino do mesmo Grupo Econômico entrem em contato.