Tecnologia jurídica: você sabia que isso é possível?

Confira uma nova forma de fazer Direito!

O que dizem os dados:

• Até 2023: 33% dos departamentos jurídicos corporativos terão um especialista em tecnologia jurídica.* • Aumento de 50% nos gastos organizacionais com tecnologias de gerenciamento e monitoramento de riscos de terceiros*

*Fonte: consultoria Gartner

Algumas das vantagens da tecnologia jurídica:

• Economia de recursos e de tempo; • Surgimento de novos campos de atuação (como o Direito Digital); • Eficiência e praticidade ao lidar com os processos jurídicos; • Redução de erros administrativos; • Melhora no atendimento ao cliente.

Principais soluções tecnológicas que já estão sendo usadas no Direito:

• Softwares de gestão jurídicos; • Armazenamento em nuvem e arquivos digitais; • Assinatura eletrônica; • Ferramentas para conferência virtual; • Plataformas de processos judiciais eletrônicos.

Principais mudanças no setor jurídico trazidas pela tecnologia:

• Aplicação dos conceitos de Lawtech e Legaltech; • Adesão da Inteligência Artificial como ferramenta jurídica; • Mudanças operacionais: agilidade nos métodos de trabalho; • Nova visão dos negócios para algo mais macro; • Integração a novas dimensões do conhecimento;