Bem-vindo!

Blog Damásio

Compartilhar

PC RJ – CONCURSO AUTORIZADO

Polícia Civil do Rio de Janeiro

Na última sexta-feira, dia 07 de junho de 2019, o Governador do Estado, Wilson Witzel, transmitiu em suas redes sociais o vídeo de assinatura do documento que autoriza a abertura de concurso público para a Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro. A expectativa é de que o edital seja publicado ainda em julho.

Conforme anteriormente anunciado, haverá uma oferta inicial de 1.000 vagas no total, contemplando todos os níveis de escolaridade, a serem distribuídas da seguinte forma:

  • Delegado de Polícia: 100 vagas
  • Inspetor de Polícia: 500 vagas
  • Investigador: 100 vagas
  • Perito Criminal: 60 vagas
  • Perito Legista: 100 vagas
  • Auxiliar de Necropsia: 60 vagas
  • Técnico em Necropsia: 80 vagas

 

“A Polícia Civil estava completamente desestruturada. O efetivo está hoje em um terço. Mas, estamos com concurso previsto para delegado e policial. Com isso, nós começamos a recompor a capacidade desses policiais de operar. Principalmente, a Polícia Judiciária”, cita o Governar do Estado em recente entrevista.

A grande notícia para este certame é o oferecimento da carreira de Investigador de Polícia, que, de acordo com a Lei nº 7.692, de 15 de novembro de 2017 (oriunda do Projeto de Lei nº 1942, de 2016), é necessário possuir diploma de nível superior para exercício do cargo.

Consoante a Lei nº 3.586, de 21 de junho de 2001, responsável pela organização do órgão, a carreira de Investigador de Polícia faz parte integrante do grupo de Agentes de Polícia Estadual de Investigação e Prevenção Criminais, sendo subordinada aos Inspetores de Polícia e Oficiais de Cartório Policial, sem prejuízo da subordinação resultante da estrutura hierárquica da Polícia Civil e da Administração Pública Estadual.

O secretário da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro, o Delegado de Polícia Marcus Vinícius Braga, revelou quais são os primeiros editais a serem publicados pela corporação. “O primeiro, provavelmente, será o de Delegado de Polícia, o segundo de Inspetor. Até julho todos os editais podem estar na rua”, informou o secretário em entrevista para a rádio CBN.

Ainda de acordo com Braga, a carência de 15 mil policiais civis foi a razão principal para a anuência de um novo certame. “Nosso déficit é muito grande e o governador Wilson Witzel entendeu isso e já autorizou. A toda hora, ele me pergunta como está o andamento das comissões”, explica o secretário.

Ademais, a seleção para a carreira de Delegado de Polícia já está com boa parte da banca examinadora definida.

Por outro lado, está assegurada a publicação de um edital específico para cada cargo ofertado. A promessa é de os documentos sejam publicados até o prazo de 45 dias após a contratação da banca organizadora.

Requisitos para os cargos da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro:

  • Delegado de Polícia: nível superior completo em Direito.
  • Inspetor de Polícia: nível superior completo em qualquer área.
  • Investigador: nível superior completo em qualquer área.
  • Perito Criminal: nível superior completo em Engenharia, Informática, Farmácia, medicina Veterinária, Biologia, Física, Economia, Agronomia, Química ou Ciências Contábeis.
  • Perito Legista: nível superior completo em Medicina, Odontologia, Farmácia ou Bioquímica.
  • Técnico de Necropsia: nível médio de formação.
  • Auxiliar de Necropsia: nível fundamental de formação.

 

Em 2012 foi realizado o último certame para a classe inicial da carreira de Delegado de Polícia do Estado do Rio de Janeiro, tendo a Fundação Professor Carlos Augusto Bittencourt – FUNCAB como banca organizadora responsável pela seleção. Na época, houve uma oferta inicial de 100 vagas, sendo 5% (cinco por cento) do total de vagas ofertadas a candidatos portadores de deficiência e 20% (vinte por cento) do total das vagas aos negros e índios, na forma da Lei Estadual nº 6.067, de 25 de outubro de 2011.

O concurso foi composto de 02 (duas) Fases distintas, a saber:

A Primeira Fase foi dividida em cinco etapas sucessivas:

1ª Etapa – Prova Objetiva Preliminar, de caráter eliminatório, abordando todas as disciplinas constantes do Conteúdo Programático, com questões de múltipla escolha;

2ª Etapa – Provas Discursivas Específicas, de caráter eliminatório e classificatório, sobre todas as disciplinas constantes do Conteúdo Programático, com questões discursivas;

3ª Etapa – Provas Orais, de caráter eliminatório e classificatório, com arguição de questões sobre todas as disciplinas constantes do Conteúdo Programático;

4ª Etapa – Exame Psicotécnico, de caráter eliminatório;

5ª Etapa – Prova de Capacidade Física e Exame Médico, ambos de caráter eliminatório.

Segunda Fase consistiu em três etapas, que ocorreram concomitantemente:

1ª Etapa – Curso de Formação Profissional (CFP), de caráter eliminatório e classificatório, com apuração de frequência, aproveitamento e conceito;

2ª Etapa – Prova de Investigação Social, de caráter eliminatório, que poderá se estender até a homologação final do Concurso;

3ª Etapa – Prova de Títulos, de caráter classificatório.

Curso Damásio para Delegado Civil (Teoria) – clique aqui

Curso Damásio para Delegado Civil (Teoria + Prática) – clique aqui

Curso Damásio para Investigador – clique aqui

 

Texto escrito por Daniela de Araújo.

Conheça nossos cursos

Gostaria de saber mais sobre nossos cursos?

Li e Aceito a Política de Privacidade