Vagas serão oferecidas por órgãos municipais, estaduais e pela União.
Remuneração, que chega a R$ 27 mil, é um dos principais atrativos.

Em 2017, a expectativa é de que sejam abertas mais de 90 mil vagas para cargos de diversos níveis de escolaridade. Vagas serão oferecidas por órgãos municipais e estaduais  e pela União.

A remuneração promete ser um dos principais atrativos, passando de R$ 27 mil.

OPORTUNIDADES

TRF
A Justiça Federal do Espírito Santo e Rio de Janeiro vai abrir concurso público para preencher 50 vagas para o cargo de juiz federal substituto. A remuneração do cargo de juiz federal substituto da 2ª Região é de R$ 27.500,17. As inscrições poderão ser feitas das 13h do dia 16 de janeiro até as 14h do dia 14 de fevereiro.
Receita Federal

O órgão deve abrir 400 vagas para cargos de níveis médio e superior. O governo federal incluiu no seu orçamento de 2017 a abertura de processo seletivo. Haverá oportunidades para a área fiscal, para os cargos de auditor-fiscal e analista-tributário (ambos de nível superior) e para área de apoio, nos cargos de assistente técnico-administrativo (nível médio) e analista técnico-administrativo (nível superior). Os salários correspondem a R$ 4.969,02 (assistente), R$ 9.714,42 (analista) e R$ 16.201,64 (fiscal), já incluindo o benefício alimentação.

Correios
Os Correios seguem trabalhando no levantamento da necessidade de pessoal em cada localidade com vista à realização de um novo concurso. Uma seleção chegou a ser anunciada neste ano com cerca de 2 mil chances para agente, nas funções de carteiro e operador de triagem e transbordo, ambas exigindo o ensino médio completo. A remuneração é de até R$ 3.164,46.

ANS
Está prevista a abertura de 231 vagas em cargos de nível superior da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). A remuneração de analista é de R$ 11.529,29, e de especialistas, R$ 12.432,49.
Polícia Federal O pedido é de 558 vagas, sendo 491 para delegado e 67 para perito. Os dois cargos exigem nível superior. O salário para ambos os cargos gira em torno de R$ 17 mil.

PRF
O pedido é de 1.500 vagas para policial rodoviário federal. A tendência é de que esse certame seja realizado no segundo semestre. Os candidatos precisam ter o nível superior e a remuneração inicial é de R$ 9 mil.
Câmara dos Deputados
Recente levantamento apontou que o órgão tem, atualmente, 434 postos vagos que podem ser preenchidos por meio de novos concursos. Do total, 272 vagas são para o cargo de técnico legislativo, e 162 para analista legislativo. A profissão de técnico legislativo exige o ensino médio e a remuneração é de R$ 13.578,58. Candidatos com formação superior em diversos cursos estarão aptos para o emprego de analista legislativo, cujo salário é de R$ 20.384,43.

Senado
O último balanço do órgão indica que existem 1.087 cargos vagos na Casa. São 604 de técnicos legislativos, 2 de advogados, 447 de analistas legislativos e 34 de consultores legislativos. A remuneração varia de R$ 16.014,16 a R$ 27.582,21.

Banco do Brasil
Novos concursos deverão voltar a ser realizados no segundo semestre de 2017. As chances serão para o cargo de escriturário, que exige o nível médio. A remuneração é de R$ 3.644,48. As chances serão para vários Estados.

IBGE
O Censo Agropecuário do IBGE está em pauta no Orçamento e, com isso, a liberação do concurso para 82.050 chances temporárias que havia sido suspenso este ano. As oportunidades serão para os cargos de analista censitário (250 vagas), analista censitário regional (486), agente censitário administrativo (700), agente censitário municipal (5.500), agente censitário supervisor (12.540), agente censitário de informática (174) e recenseador (62.400).
Caixa
É grande a expectativa para que o órgão inicie um novo concurso em 2017. A carreira de técnico bancário é destinada aos candidatos com nível médio completo, com remuneração de R$ 2.932,32.

ANTT
A Agência Nacional de Transportes Terrestres já solicitou ao Ministério do Planejamento 710 vagas para cargos de nível médio e superior. A remuneração varia de R$ 5.503,25 a R$ 11.488,90.
Ibama O órgão já reencaminhou pedido de concurso ao Ministério do Planejamento, com 680 vagas, sendo 500 para analista ambiental e 180 para analista administrativo. Os salários iniciais correspondem a R$ 3.712,72 para técnico e a R$ 7.760,45 para analista.

Ministério do Trabalho
Já reencaminhou ao Ministério do Planejamento o pedido de abertura de concurso com 847 vagas de auditor fiscal do trabalho. Em 2014, o Planejamento encaminhou ao Ministério do Trabalho nota na qual informava que concederia o provimento de 847 vagas para o cargo no decorrer de três anos, ou seja, até 2017. Apesar dos cortes orçamentários do governo, é grande a expectativa para que o aval seja liberado em breve, pois há grande defasagem de auditores. A carreira exige formação superior; salário atual é de R$ 16.201,64.

Dicas importantes:

No início:
Pesquise as áreas de atuação (tributária, bancária e policial, por exemplo) e escolha em qual deseja trabalhar como servidor.

Matérias:
Conheça as matérias básicas da área escolhida e inicie o estudo por elas. Língua Portuguesa, Direito Administrativo, Direito Constitucional, Informática e Raciocínio Lógico são algumas dessas matérias básicas.

Rotina:
Defina claramente quais serão os horários destinados ao estudo. Inclua atividade física na sua rotina (ao menos uma caminhada de 40 minutos, três vezes por semana).

Na hora de estudar:
Uma dinâmica equilibrada deve incluir leitura da teoria, resolução de exercícios didáticos com consulta, elaboração de materiais para revisão, revisões de conteúdos e resolução de provas anteriores.

Concentração:
Não se disperse com redes sociais, celular ou outras distrações: respeite a hora de começo e fim do estudo.

Tempo:
Ser aprovado num concurso é tarefa que pode levar de alguns meses a alguns anos – esteja ciente disso e prepare-se (imagine que está iniciando uma faculdade, por exemplo).

Meta:
Seja objetivo quanto à sua evolução no estudo: assim como um atleta, a sua capacidade de concentração e atenção devem aumentar gradativamente, e o nível de conhecimento nas matérias, também.

Evolução:
O resultado das provas é um parâmetro importante para avaliar a sua evolução; não procure desculpas e, sim, veja o que pode ser melhorado.

 

FONTE: G1 Concursos e Empregos
http://glo.bo/2hJpEL8