Bem-vindo!

Blog Damásio

Compartilhar

Concurso TCE AM: presidente volta a confirmar novo edital

Na live realizada em uma rede social, o conselheiro Mario de Mello, presidente do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas, declarou que o novo concurso TCE AM está confirmado. Além disso, a seleção deverá contar com oportunidades para a carreira da procuradoria geral jurídica da corte de contas, além de outras oportunidades para carreiras com exigência de nível superior.

Ainda segundo Mello, ele já conversou com o governador Wilson Lima (PSC), que enviará para a Assembleia Legislativa um projeto de lei para alterar a constituição do estado e criar a procuradoria geral jurídica. Ainda de acordo com o presidente do órgão, embora a carência seja de 304 postos, a expectativa é de que sejam oferecidas aproximadamente 150 vagas.  

Em fevereiro, já tinha anunciado que “o tribunal precisa fazer esse concurso urgentemente, porque corre o risco de começar a atrapalhar a principal função do Tribunal de Contas, que é cuidar do recurso público”. 

De acordo com ele, a previsão é de que o certame ocorra até o início de 2021. “Vamos realizar o concurso público. Lógico que dentro da condição orçamentária do tribunal. Mas é o nosso foco e tenho certeza de que nós vamos ter sucesso”, disse.  

A seleção é aguardada desde o final de 2018, quando, em 18 de dezembro, foi anunciada pela então presidente Yara Lins, durante almoço com a imprensa.  Na ocasião, a então presidente adiantou que deverão ser oferecidas aproximadamente 200 vagas, no sentido de suprir necessidades que surgirão até o final de 2019. Os cargos e vagas que serão oferecidas no certame ainda serão confirmados. Porém, informações preliminares são de que haverá vagas para o cargo de auditor técnico de controle externo nas áreas de auditoria governamental, auditoria de obras públicas e Ministério Público de contas. A remuneração inicial ainda será confirmada

Para auditoria governamental são aceitos candidatos com formação em administração, arquivologia, biblioteconomia, ciências atuariais, ciências contábeis, ciências econômicas, direito, geologia, jornalismo, medicina, pedagogia, psicologia e odontologia. 

Para controle externo é necessário possuir formação em direito e para auditoria de obras públicas, arquitetura, engenharias ambiental,   elétrica, eletrônica, de estrada, mecânica, naval, de pesca, de petróleo e gás e de transporte ou logística. 

O concurso já conta com banca organizadora definida. De acordo com informações divulgadas pelo órgão, a escolhida é a Fundação Getúlio Vargas (FGV), cujo contrato deve ser assinado em breve.

Último concurso TCE AM

O último concurso TCE AM ocorreu em 2013, quando foram oferecidas 27 vagas, somente para cargos com exigência de nível superior. As oportunidades foram para as carreiras de analista técnico de controle externo – Ministério Público (22)  e analista técnico de controle externo – auditoria governamental, com 5 postos.

A banca organizadora, na ocasião, foi a Fundação Carlos Chagas.

Gostou do conteúdo? Ficou interessado em algum concurso para 2020? Então fique de olho na abertura dos editais para concurso público  e continue acompanhando nossas notícias para se manter informado.

Gostaria de saber mais sobre nossos cursos?

Li e concordo com a política de privacidade, bem como com o tratamento dos meus dados para a finalidade prevista neste formulário. Ao continuar, você aceita que a DAMÁSIO e demais instituições de ensino do mesmo Grupo Econômico entrem em contato.