Bem-vindo!

Blog Damásio

Compartilhar

Concurso PM PA: saiba a banca para 2.405 vagas

Hoje (31), foi publicado, em Diário Oficial, a definição da banca organizadora do concurso PM PA (Polícia Militar do Pará), o Instituto Americano de Desenvolvimento (Iades). Apesar da escolha da banca, as demais participantes do processo licitatório ainda poderão apresentar recursos até a próxima sexta-feira (04). Caso isto não aconteça ou sejam indeferidos, a corporação já poderá assinar o contrato com a empresa. O edital de abertura de inscrições segue previsto para ser publicado até dezembro. 

Além do Iades, outras cinco empresas participaram do processo licitatório: Cebraspe, Cetap, Instituto AOCP, Consulplan e Fadesp.

Ao todo serão oferecidos 2.405 postos, sendo 2.310 para soldados e 95 para oficiais combatentes. No caso de praças será necessário possuir ensino médio, enquanto que para oficiais será exigido nível superior, com remunerações iniciais que devem ser de R$ 2.936,80 para praças e R$ 5.937,36 para oficiais.  

Segundo informações do projeto do concurso, no caso de praças, os interessados devem possuir idade de 18 a 30 anos, com altura mínima de 1,65m para homens e 1,60m para mulheres. Para oficiais, o concurso deve contar com limite de idade de 35 anos, também com altura mínima de 1,65m para homens e 1,60m para mulheres. 

A expectativa do órgão é de que o concurso contem com até 102.695 candidatos, sendo 88.060 para praças e 14.635 para oficiais.

Como serão as provas do concurso PM PA

No concurso PM PA, segundo com o projeto básico da licitação, os candidatos poderão ser avaliados por meio de cinco fases, incluindo provas objetivas e discursivas, avaliação de saúde, testes de aptidão física, avaliação psicológica e investigação de antecedentes criminais.

De acordo com o documento, a aplicação das provas poderá ocorrer nas cidades de Belém, Marabá, Santarém, Altamira, Redenção e Itaituiba.

Último concurso PM PA

O último concurso PM PA para a corporação ocorreu em 2016, quando foram oferecidas 2.194 vagas, sendo 2.000 para soldados, 160 para oficiais militares, 26 para oficiais da saúde e oito para quadros complementares. A banca organizadora, na ocasião, foi a Fundação de Amparo e Desenvolvimento de Pesquisa (Fadesp).

No caso de praças, a parte objetiva contou com 70 questões, sendo dez de língua portuguesa, seis de matemática, oito de atualidades, dez de noções de direito, dez de legislação institucional, oito de história e oito de geografia.

Além da prova objetiva, a seleção contou com testes de avaliação física, avaliação psicológica e investigação de antecedentes pessoais.

Gostou do conteúdo? Ficou interessado em algum concurso para 2020? Então fique de olho na abertura dos editais para concurso público  e continue acompanhando nossas notícias para se manter informado.

Gostaria de saber mais sobre nossos cursos?

Li e Aceito a Política de Privacidade