Bem-vindo!

Blog Damásio

Compartilhar

O que faz o bacharel em Direito?

A imagem contém uma jovem olhando para a câmera com um tablet em uma mão e a outra apoiando o queixo com expressão de dúvida sobre o que faz o bacharel em Direito.

O curso de Direito é um dos mais concorridos do país, sendo referência na área de Ciências Humanas. No entanto, há muitas dúvidas sobre a modalidade de bacharel em Direito, que é o título de formação para quem faz a faculdade, incluindo até mesmo os profissionais que não advogam.

Mas, se existem bacharéis em Direito que não são advogados, o que faz o bacharel em Direito? Bem, uma das grandes vantagens da profissão é justamente o amplo leque de possibilidades dentro do mercado.

No artigo de hoje, descubra o que é e o que faz o bacharel em Direito, bem como as inúmeras oportunidades da profissão. Acompanhe a leitura!

O que é bacharel em Direito?

O bacharel é o título que o estudante de bacharel recebe assim que terminar a graduação, em cursos com foco na atuação profissional.

A grande diferença está na comparação com a licenciatura. Na licenciatura, os cursos têm enfoque na área de docência, especialmente no âmbito do ensino fundamental e médio, embora não se restrinja a esses dois períodos.

Portanto, o bacharel em Direito nada mais é que o profissional que já concluiu a graduação em uma faculdade de Direito. Simples, não?

Qual a diferença entre advogado e bacharel em Direito?

No entanto, é preciso salientar a diferença entre o advogado e o bacharel de Direito, já que muitas pessoas acabam usando os termos como sinônimos.

Em resumo, podemos dizer que todo advogado é bacharel em Direito, mas nem todo bacharel em Direito é advogado, por conta das várias frentes de atuação profissional.

Além disso, a graduação não garante o exercício da função de advogado, pois além de terminar o curso, o profissional deve prestar a prova da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e obter aprovação, para então iniciar na função.

Quanto tempo dura uma graduação em Direito?

A graduação em Direito dura, em média, 5 anos. Após esse período, o estudante que obteve aprovação em todas as disciplinas e entregou os trabalhos acadêmicos requisitados pela instituição de ensino recebe o título de bacharel em Direito.

Se desejar, o aluno pode dar continuidade aos estudos, através de especializações na área ou mesmo uma pós-graduação. Além disso, devido à exigência do Exame da Ordem para aprovação, muitos profissionais acabam se dedicando a alguns anos de estudo (entre 1 ou 2) somente para prestar a prova.

Quais as áreas de atuação do bacharel em Direito?

O campo para o bacharel em Direito é bastante amplo. Para começar, a atuação como advogado permite o enfoque em várias áreas, por exemplo, o Direito Civil, Direito Ambiental, Direito do Consumidor, entre outras.

Ou seja, após prestar o Exame da Ordem, o profissional pode escolher o segmento de atuação dentro do próprio âmbito jurídico e de advocacia.

Além disso, há opções para quem deseja trilhar a carreira pública, como concursos para procuradores, promotores, juízes e delegados.

A imagem contém uma cliente sendo atendida por um bacharel em Direito quanto a um contrato. Eles trocam um aperto de mão e estão sorridentes.
A pessoa que se forma como bacharel em Direito pode prestar consultoria em casos de contratos jurídicos, por exemplo!

Tenho formação em Direito, mas não quero advogar

Agora, se você é um bacharel em Direito, mas não quer seguir a profissão de advogado, também há muitas alternativas – inclusive, algumas delas não exigem a realização do Exame da OAB. Abaixo, conheça algumas possibilidades:

Professor docente

A demanda por professores universitários é frequente na área do Direito. Por isso, os bacharéis que desejam atuar na docência encontram um campo fértil, com possibilidades de trabalho em universidades privadas ou públicas.

Para ministrar aulas na faculdade, o bacharel em Direito precisa investir em pós-graduações na área, como Mestrado e Doutorado, além de se preparar para concursos públicos e editais de contratação.

Pesquisador

A área de pesquisa tem uma relação direta com a docência, já que muitos professores acabam ministrando aulas e, em conjunto, realizando pesquisas sobre conhecimentos jurídicos nas universidades. Portanto, também é preciso investir em uma formação continuada, indo além do curso de graduação.

Conciliador

A função de conciliador, como o próprio nome sugere, é intervir no problema entre pessoas, com o intuito de evitar um processo no âmbito jurídico. Para isso, o profissional utiliza da argumentação, com possíveis sugestões, para convencer as partes envolvidas em torno de um acordo comum.

Para atuar no ramo da conciliação, não é obrigatório o bacharelado em Direito. Contudo, ter a formação é um diferencial.

Mediador

Diferentemente do conciliador, o mediador é o profissional que ajuda na solução do dilema entre as partes envolvidas, por meio do diálogo. Ou seja, o objetivo é que as pessoas tomem uma decisão em conjunto.

Em geral, o mediador é requisitado em casos em que os indivíduos têm um canal de comunicação e, desse modo, o profissional faz a “ponte” para que as pessoas possam conversar e resolver os problemas entre si. Para este cargo, recomenda-se estudos no campo da Comunicação Não-Violenta e Mediação de Conflitos.

Correspondente jurídico

O correspondente jurídico atua como um “apoio” para outros advogados. Quer dizer, o profissional auxilia em questões administrativas, resolvendo assuntos para escritórios, realização de protocolos, consulta de processos e elaboração de peças processuais, mas não como advogado principal em causas. 

Um advogado com carteira na OAB, isto é, um profissional com aprovação no Exame da Ordem é quem vai supervisionar todas as atividades dos correspondentes.

Após descobrir o que um bacharel em Direito pode fazer, além de advogar, o que acha de compartilhar este conteúdo com alguém que também tem interesse sobre a área?

Gostaria de saber mais sobre nossos cursos?

Li e concordo com a política de privacidade, bem como com o tratamento dos meus dados para a finalidade prevista neste formulário. Ao continuar, você aceita que a DAMÁSIO e demais instituições de ensino do mesmo Grupo Econômico entrem em contato.